Coleção Eduardo Afonso Dias


Livro sobre o MUDE editado pela Scala Publishers

Acaba de ser publicado em conjunto com a Scala Arts & Heritage Publishers Ltd um livro sobre o MUDE- Museu do Design e da Moda, Coleção Francisco Capelo, com ensaio de Bárbara Coutinho, profusamente ilustrado e muito material inédito. Esta publicação, disponível em português e inglês, traça a história do edifício, dá a conhecer a Coleção Francisco Capelo e o conceito museológico do MUDE desde 2009, colocando em evidência o modo como cada exposição tem vindo a ser desenhada como uma encenação, criada a partir dos objetos selecionados, do espaço descarnado e do campo aberto deixado para a subjetividade de cada visitante. A publicação termina com a antevisão das obras a realizar para que o público tenha acesso aos pisos ainda encerrados. Agradecemos a todos os que colaboraram nesta publicação, a todas as instituições, colecionadores, designers, curadores, arquitetos, artistas e fornecedores que colaboraram com o museu desde 2009, em especial aos autores e entidades que gentilmente cederam fotografias, plantas, textos e desenhos:

Arquivo Histórico do BNU e Gabinete do Património Histórico da Caixa Geral de Depósitos
Arquivo Fotográfico da Câmara Municipal de Lisboa
Fundação Calouste Gulbenkian - Biblioteca de Arte
António Viana
Dani Admiss
Frederico Valsassina Arquitectos
Fernando Guerra
José Manuel Castanheira
José Dominguez Vieira (PH3)
Luís Miguel Saraiva
Mariano Piçarra
Olga Sanina & Marcelo Dantas Arquitectos
RCJV Arquitectos - Ricardo Carvalho & Joana Vilhena
SAMI Arquitectos (Inês Vieira da Silva, MIguel Vieira)
Trienal de Arquitectura / João Inácio

O catálogo está à venda no mude e tem distribuição internacional pela Scala Arts & Heritage Publishers Ltd

X


Projeto de arquitetura e das futuras obras

Dia 23 de julho foi aprovado pela Câmara Municipal de Lisboa o projeto de requalificação Integral do Edifício para o MUDE. Este projeto pretende reforçar a identidade arquitetónica edifício, preservando os elementos fundamentais do projeto de Tertuliano Marques e Cristino da Silva, dotando o edifício dos equipamentos necessários às exigências museológicas, nomeadamente quanto à segurança estrutural, vigilância e segurança contra intrusão, sistemas de comunicação, circulação de pessoas e peças, segurança contra risco de incêndio. 

Presentemente, estão em curso os projetos de Museografia (Bárbara Coutinho e Luís Miguel Saraiva) e iniciam-se os convites para o projeto de Sinalética, Mobiliário da Loja e Área Educativa (a contratar após convite a designers portugueses de reconhecido mérito).

Após este projeto o MUDE pudera cumprir-se em pleno: desenvolver a sua ação educativa de modo a contribuir para o desenvolvimento cultural, cognitivo e emocional de cada indivíduo, numa perspetiva de educação para a cidadania; ser o espaço de apresentação e comercialização da excelência da produção nacional, disponibilizando na futura loja o que de melhor se desenha e produz em todo o país; contaminar toda a Baixa, funcionando como uma rua interior ou uma galeria comercial coberta, uma vez que serão reabertos os acessos da Rua da Prata; ampliar o intercâmbio entre escolas, designers e empresas de todo o país; ocupar os oito pisos, e transpor as Reservas do Museu para a Rua Augusta.

 


Zeitgeist - Primeira exposição online

Primeira exposição online realizada a partir de um exercício proposto aos alunos da disciplina "História e Crítica do Design II" da FBAUL, lecionada por Frederico Duarte