PT EN

Arquitetos Designers. Mobiliário e Iluminação

24 Abr. 2015 > 16 Ago. 2015

Curadoria
Bárbara Coutinho

Design expositivo
Raquel SantosLuís Saraiva

Design gráfico
Paula Gimarães


Se tomarmos a origem etimológica de Design (latim designare), a sua tradução italiana (disegno) e a sua definição inglesa (design) ou se recuperarmos as três características principais da Arquitetura segundo Vitrúvio – firmitas (solidez/firmeza/consistência/robustez), utilitas (utilidade/uso/funcionalidade) e venustas (beleza/elegância/estética), encontramos uma série de pontos em comum entre estas duas disciplinas. Trabalhando em escalas e dimensões diferentes, ambas implicam um processo e uma metodologia de investigação para o desenvolvimento de uma proposta na qual concorrem a experimentação dos materiais e técnicas, as questões estéticas, funcionais e económicas, associando duas componentes essenciais do ser humano, criatividade e praticidade.
Por estas proximidades de metodologia e propósito, apresentamos estas duas exposições que têm como denominador comum a arquitetura.
A exposição Arquitetos Eminentes apresenta uma seleção de fotografias de Ingrid von Kruse, designer de formação, que tem vindo a centrar-se no retrato. Acompanham as fotografias a preto e branco, depoimentos e esquissos dos próprios retratados.
O olhar, as mãos e a expressão de cada arquiteto, em paralelo com a caligrafia, o traço e os pequenos pensamentos permitem conhecer melhor, por exemplo, Tadao Ando, Denise Scott Brown, David Chipperfield, Peter Eisenman, Norman Foster, Frank O. Gehry, Zaha Hadid, Rem Koolhaas, Daniel Libeskind, Richard Meier, Oscar Niemeyer, Ieoh Ming Pei, Renzo Piano, Richard Rogers, Álvaro Siza, Oswald Mathias Ungers, Robert Venturi ou Peter Zumthor.
Ingrid von Kruse começa por conversar com o retratado, procurando-o conhecer através do seu trabalho e escritos, processo que reflete-se bem nas fotografias registadas. Usando sempre uma Hasselblad analógica e apenas com luz natural, capta o homem ou a mulher que estão por detrás de uma determinada personalidade pública. Como Martha Thorne defende, as suas fotografias oferecem, em consequência, retratos mais genuínos e intimistas, sinceros e naturais, sem pose e muito próximos da objetiva, captados nos ateliês, nas próprias habitações ou em locais de construção recente.
Em simultâneo, a exposição Arquitetos Designers apresenta uma seleção de peças de design de produto (mobiliário, luminária e pequenos objetos) desenhadas por arquitetos. Prosseguindo o estudo e divulgação da Coleção Francisco Capelo, é dada particular atenção a peças ou autores que não foram ainda expostos ao público.
Estas peças evocam a relação de complementaridade existente entre a prática da arquitetura e a prática do design, em particular ao longo do século XX. Testemunham o modo como vários arquitetos chegaram ao design como um desenvolvimento natural da prática projectual arquitetónica ou traduzem novas conceções de espaço e arquitetura, revelando os diferentes movimentos e estilos que marcaram o século passado.
A exposição apresenta peças da autoria de Alvar Aalto, Franco Albini, Gae Aulenti, Andrea Branzi, Archizoom Associate, Mario Bellini, Achille Castiglioni, Paolo Deganello, Charles Eames, Michael Graves, Vittorio Gregotti, Marc Held Arne Jacobsen, Shiro Kuramata Le Corbusier, Vico Magistretti Massimo Morozzi, Gaetano Pesce, Gio Ponti, Jean Prouvé, Verner Panton, Charlotte Perriand, Alessandro Mendini, Bruno Mathson, Aldo Rossi, Carlo Scarpa, Eduardo Souto Moura, Eero Saarinen, Ettore Sottsass ou do coletivo Superstudio. Alguns dos arquitetos representados são também retratados por Ingrid von Kruse, nomeadamente, Zaha Adid, Mario Botta, Oscar Niemeyer, e Álvaro Siza Vieira.