PT EN
25 Jan. 2020 > 30 Jun. 2021
Residência Oficial do Primeiro-Ministro
Palacete de São Bento
Rua da Imprensa à Estrela, 4
1200-888 Lisboa
 
Curadoria: Bárbara Coutinho
 
 
AtençãoNo quadro do esforço nacional de contenção da propagação do COVID-19, as entradas e as visitas guiadas realizadas no âmbito de "Design em São Bento" estão suspensas a partir de agora e até nova data a anunciar. 
 

ABERTO AO PÚBLICO

1º domingo de cada mês, 13h-17h

Visitas guiadas com a curadora: 11h e 12h, mediante marcação prévia até quinta-feira anterior. Limite de 40 pessoas/ visita. 

Escolas: visitas guiadas às quintas-feiras de manhã, mediante marcação prévia. 

T. 218 171 526/ 218 171 897

designsaobento.visitas@gmail.com

ENTRADA LIVRE

 

 

0
Por iniciativa do Primeiro-Ministro, Design em São Bento – Traços da Cultura Portuguesa está disponível ao público a partir de 25 de janeiro de 2020 na Residência Oficial.
A intervenção curatorial nas principais salas da Residência Oficial teve como princípio transformar este espaço de soberania e representação num epicentro do design nacional, do património e da cultura portuguesa, amplificando a voz de diferentes gerações e épocas do nosso país, colocando em diálogo uma seleção de peças de mobiliário, luminária, têxteis e objetos do século XII ao século XXI.  
A integração das artes decorativas e dos ofícios populares, apresentados como exemplos de racionalidade, economia de recursos, engenho, beleza e funcionalidade expressa um conceito mais abrangente de design enquanto capacidade inata do homem, provando a pertinência dos saberes tradicionais como fonte de inspiração, educação e desenvolvimento, e evidenciando o valor do design como alicerce de um modelo de desenvolvimento sustentado. Esta iniciativa inédita representa os vários setores nacionais de produção, demonstrando a importância do design como fator estratégico de inovação e competitividade que consubstancia a marca Portugal.
O MUDE – Museu do Design e da Moda com a graciosa colaboração de municípios, museus, empresas, designers e coleções privadas tornaram possível esta iniciativa.