PT EN

Sementes. Valor Capital

18 Dez. 2010 > 20 Mar. 2011

Colaborações
Instituto Superior de Agronomia
Banco Germoplasma Vegetal
Associação Colher para Semear

Curadoria
Bárbara Coutinho

Comissão científica
Graça Ribeiro e José Miguel Fonseca (Associação Colher para Semear)
Ana Barata (Banco Português do Germoplasma Vegetal)
Dalila Espírito Santo (Instituto Superior de Agronomia/ Jardim Botânico da Ajuda)

Design gráfico
Paula Guimarães

Piso -1 (cofres)


Depois de terem guardado dinheiro e riquezas várias durante mais de 50 anos, os antigos 3552 cofres do Banco Nacional Ultramarino, atualmente propriedade da CML/ MUDE, recebem um bem vivo de toda a Humanidade, um valor capital do qual depende a própria sobrevivência das espécies - AS SEMENTES. 

O MUDE abre assim ao público a sala dos antigos cofres, apresentando 500 variedades de sementes agrícolas plantadas em Portugal, tratando-se de uma oportunidade de conhecer melhor esta riqueza e de perceber um pouco melhor o design que a natureza nos legou.

Compreender a importância das sementes é lembrar que estiveram na origem da agricultura e dos primeiros povoamentos sedentários, da escrita, do cálculo e da aritmética. Entendidas como dote de casamento em tempos passados, serviram também de moeda nas transações comerciais.

Numa altura em que se fala cada vez mais em bancos de sementes, agricultura biológica, e agricultura urbana, Sementes. Valor Capital contribui para a sensibilização e consciencialização do público em relação a temática da biodiversidade.